PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 54 visitantes e Nenhum membro online

Seminário das Pastorais Sociais: RG Sul 1 - Igreja e Sociedade

Veja aqui nosso relatório sobre o Seminário das Pastorais Sociais da Regional Sul 1 ocorrido no Centro de Formação Sagrada Família, SP, de 31 de julho a 02 de agosto de 2015, com o tema "Igreja e Sociedade".

 

Mística inicial - martírio de João Batista

O que nos move nas Pastorais Sociais?

  • Deserto - solidão e caminho
  • Convertei - vos -  nós e aos outros
  • Resistência - permanecer no caminho

 

Pastorais presentes

Caritas

Conselho de Leigos

Movimento de Integração Campo Cidade

Pastoral Carcerário

Pastoral da Criança

Pastoral da Ecologia

Pastoral da Mulher Marginalizada

Pastoral da pessoa com deficiência

Pastoral da pessoa idosa

Pastoral da Saúde

Pastoral do Menor

Pastoral do Mundo do Trabalho

Pastoral Fé e Política

Pastoral Operária

 

Valter Cechetti

 

5a Semana Social Brasileira - das bases para o nacional - documento final colaborativo.

 

Documento base com riqueza de informações para reflexão.

 

10 pontos de formação e diálogo com a  Igreja

1 País - território

2 Nação - povo/pessoas cultura tradição

3 Estado - Estado - forma de organização da sociedade - República democrática

4 Governo - poder constituído para gerenciam entorno em determinado período

5 Sociedade - conjunto de pessoas que vivem num país  (todos que vivem no mesmo território)

Poder

6 Político  (legislativo, executivo e judiciário)

7 Militar - submetido ao executivo

8 Ideológico - forma enfática da grande mídia

9 Econômico - controla todos os demais

10 Popular - forte, sem conhecer seu poder e força

 

Estamos em tempo de semeadura! Não de colheita!

MT 6, 16-24 jejum, não acumular e não servir dois senhores.

 

Maria Inêz (CLASP )

Evangelli Gaudium

Individualismo, comodismo, conectados; porém isolados.

Indicar caminhos de ação

Conversão de cada um que vai se expandindo.

Nossa resposta no nosso primeiro encontro com o Senhor - Maria dá o início (discípula missionária).

Magníficat

Alegria do encontro

 

Pe. Júlio Lancelotti

Igreja e sociedade

De que Igreja estamos falando?

De que sociedade estamos falando?

Precisamos cuidar do nosso vocabulário -tirar o reintegrar, Re socializar. ..Re qualquer coisa.

Foi essa sociedade que os descartou!

Relação de conflito, confronto e resistência.

 

Papa Francisco

Religiosidade popular

Valorização dos pobres

ideologia de gênero - ensinar às crianças que o homem não tem domínio sobre a mulher e vice versa

(violência contra a mulher,  prostituição)

Distorcem que isso seja ensinar as crianças a homossexualidade

Espiritualidade  dos serviçais

Sugestões para leitura:

Discurso do Papa aos movimentos populares

Livro Tempo da ação José Comblim

Livro A loucura de Deus Pe. Alberto Maggi

Site Grupos de Jesus do Pagola http://www.gruposdejesus.com/

Site Centro de estudos bíblicos Giovanni Vanucci http://www.studibiblici.it/PORTOGHESE/indicepor.html

O amor é muito exigente, não tem amor sem dor (Pe. Julio Lancelotti)

Não temos a preocupação de ganhar, queremos fazer resistência.

Não queremos o poder.

A mudança vem de baixo e não virá de cima.

Emaús - novo presença do ressuscitado

 

Um olhar de esperança = resultado da 5 a.  Semana Social Brasileira

 

Partilha sobre panorama das Dioceses

  • Campo Limpo - enfraquecimento dos conselhos pastorais e assembleias
  • Jundiai -  fórum integração das Pastorais,  poucos jovens
  • São Miguel - fórum
  • Araçatuba - 5 pastorais sociais
  • Caraguatatuba - integradas
  • Aparecida - fórum
  • Campo Limpo - fórum - Escola da cidadania da zona sul Pe. Jaime
  • Campinas - reunião das Pastorais sócio transformadoras
  • Santos - desarticuladas (uma pastoral não conhece o trabalho da outra)
  • Itapeva - foi efervescente, reuniões sem fórum
  • Arquidiocese de São Paulo (6 regiões) - Fórum das Pastorais Sociais, separou-se algumas pastorais que integram a Comissão para a Caridade, Justiça e Paz.
  • Na  Região Belém - empenho de integrar em momentos de conjunto (Semana de Fé e Política), Semana das CEBs (CEBs, Conselho de Leigos, Pastoral da Juventude e Pastoral Fé e Política).
  • Osasco -
  • Taubaté - COPS - Colegiado de organismos e pastorais sociais

 

Atividade em grupos  

1. Como agente de Pastoral Social na atual conjuntura como atuar sendo Igreja na sociedade e Sociedade na Igreja?

  • Estar atento ao que precisa em cada realidade.
  • Estar pronto para servir.
  • Ampliar o olhar além do específico de sua pastoral, abrir se a conversão pastoral (dialogar com outros da mesma área,  exemplo, pastoral da saúde e movimento de saúde, conselhos gestores...).
  • Ampliar para conhecer e atuar junto à a ação das demais pastorais.
  • Abrir-se às políticas públicas da área de atuação de cada pastoral.
  • Exercício do amor misericordioso com os agentes de pastoral, vencendo nossas diferenças e acolhendo o outro como é.
  • Abrir se ao diferente, despir se de preconceitos.
  • Ser corpo de Cristo.
  • A função de cada pastoral se completa com a outra como membros do corpo de Cristo.
  • Alimentar se na espiritualidade (discípulos e missionários), organizar um trabalho de formação continuada e não pontual (Escola de fé e política,  cidadania, governo. ..) e agir nos espaços de participação na cidade e “ser sal e luz” (conselhos, conferências, fóruns...).
  • Propor Escolas de Fé e Política nos regionais que ainda não tem.

2. Como colaborar com a criação, reestruturação do Fórum das Pastorais Sociais na sua Diocese? O que espera do Fórum Regional para concretizar esse objetivo?

  • Nem todas as dioceses tem o nome de Fórum, mas o importante é que tenha um espaço de diálogo.
  • A Semana Social pode ser um espaço de união e a partir daí organizar o espaço de partilha e comunhão.
  • Organizar a Escola de Fé e Política e, a partir da formação, organizar o Fórum.
  • Tem sub regionais com fóruns mensais e ampliados semestrais (SP 2).
  • Proposta para cada Fórum dialogar com a sociedade - encontro com os Movimentos Populares (à exemplo do encontro do Papa Francisco com os movimentos populares).

Espera do Regional

  • Apoio e presença.
  • Mapear e divulgar os grupos, fóruns e colegiados - como e onde se encontram.
  • Pistas de organização, informações e, se necessário, ajudar na formação.
  • Propor um Encontro anual de  dialogo com a sociedade, à exemplo do encontro do Papa Francisco  com os movimentos populares.

 

Arquivos: 

- 5 SSB - Fé e Política - Cechetti

- Exortação 8 páginas

- Anotacoes do Seminario das Pastorais Sociais do Regional Sul 1 2015 - Lucilia Vicente

- Atividades do Servico Pastoral do Migrante

- Discurso do Papa aos Movimentos Populares - Bolivia

- Encíclica Papa Francisco

- EVANGELII GAUDIUM - Alegria do Evangelho

- Exortação Papa Francisco 18 páginas

- Grupo 1 - Seminario das Pastorais Sociais do Regional Sul 1 da CNBB

- Informações do Forum das Pastorais Sociais de Osasco

- Maria Ignez e padre Julio Lancelotti

- Prefacio Beozzo

- Relatorio Seminario Regional das Pastorais Sociais e do Grupo 4 - Marcia Castro

- Seminario das Pastorais Sociais da CNBB Regional Sul 1 - Maria Ignez-Padre Lancelotti

- Seminario das Pastorais Sociais da CNBB Regional Sul 1 - Valter Ceccheti

- Seminario das Pastorais Sociais do Regional Sul 1 - Grupo 2

- Seminario das Pastorais Sociais do Regional Sul 1 - Grupo 3

- Exortação 4 Páginas

- WALTER CECHETTI - SEMINARIO SOCIAL 1 DE AGOSTO DE 2015

 

Fonte: Artigo publicado em nosso site diretamente pela autora. Arquivos anexos disponibilizados aqui com autorização da autora desse artigo. 

Márcia M. de Castro

Márcia M. de Castro
Márcia Mathias de Castro é fonoaudióloga, membro da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo e Coordenadora da Escola de Fé e Política Waldemar Rossi (RE Belém). Também é colaboradora da Rádio 9 de Julho (AM 1.600 KHz - SP), participou da Escola de Governo e do Movimento de Integração Campo Cidade (MICC).