PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 241 visitantes e Nenhum membro online

São Joaquim e Santa Ana

Amanhã, dia 26/7 comemoraremos o dia de Santana e São Joaquim e por serem eles os avós de Jesus Cristo, tal data foi dedicada a todos os vovôs e vovós. O tema de hoje do livro "Dilemas sociais de uma nação desigual – Círculos Bíblicos para um projeto popular para o Brasil" do CEBI, trata da Casa, terra, trabalho e felicidade. A leitura sugerida é a do livro de Is 65, 17-25 e vou aproveitar esse texto para refletirmos um pouco sobre a situação da pessoa idosa. O texto trata da situação do povo de Deus, logo após a volta do Exílio. Ouçamos alguns trechos:

sao-joaquim-santa-ana"Com efeito, criarei novos céus e nova terra; as coisas de outrora não serão lembradas, nem tornarão a vir ao coração. Regozijar-me-ei em Jerusalém, sentirei alegria em meu povo. Nela não se tornará a ouvir choro nem lamentação. Já não haverá ali criancinhas que vivam apenas alguns dias, nem velho que não complete a sua idade; com efeito, o menino morrerá com cem anos. Os homens construirão casas e as habitarão, plantarão videiras e comerão os seus frutos. Já não construirão para que outro habite a sua casa, não plantarão para que outro coma o fruto, pois a duração da vida do meu povo será como os dias de uma árvore, meus eleitos consumirão eles mesmos o fruto do trabalho das suas mãos."

Que bonito texto para tratar da situação da pessoa idosa. Aquela que pode completar os dias da sua vida usufruindo do trabalho prestado em anos de existência.

Ouçamos agora o que disse o Cardeal Tarcisio Bertone, na festa litúrgica dos santos pais de Nossa Senhora, em 2007: "Santa Ana e São Joaquim podem ser tomados como modelo também pela sua santidade vivida em idade avançada. Em conformidade com uma antiga tradição, eles já eram idosos quando lhes foi confiada a tarefa de dar ao mundo, conservar e educar a Santa Mãe de Deus. Na Sagrada Escritura, a velhice é circundada de veneração (cf. 2 Mac 6, 23). O justo não pede para ser privado da velhice e do seu peso; ao contrário, ele reza assim: 'Vós sois a minha esperança, a minha confiança, Senhor, desde a minha juventude... Agora, na velhice e na decrepitude, não me abandoneis, ó Deus, para que eu narre às gerações a força do vosso braço, o vosso poder a todos os que hão-de vir' (Sl 71 [70], 5-18).

idoso-01Com a sua própria presença, a pessoa idosa recorda a todos, e de maneira especial aos jovens, que a vida na terra é uma 'curva', com um início e com um fim: para experimentar a sua plenitude, ela exige a referência a valores não efémeros nem superficiais, mas sólidos e profundos." Que Santana e São Joaquim sirvam de lição de consolo e amparo para todos os vovôs e vovós de nossa sociedade. Que esta trate da pessoa idosa com o devido respeito e dignidade e que o Estado garanta-lhe "vida em abundância", prestando-lhe os devidos direitos de saúde, de previdência digna, de lazer até a hora da nossa morte.


 

FONTE: O artigo de Marília Amaral nos foi enviado diretamente pela autora, tendo sido primeiramente veiculado pela Rádio 9 de Julho no dia 25 de julho de 2011. Sua reprodução é autorizada pela Rádio 9 de Julho.

 

NOTA: O livro citado pode ser encontrado no site do CEBI.

 

 

Marília Amaral

Marília Amaral
Marília Amaral é integrante da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo e também apresenta comentários sobre Fé e Política na Rádio 9 de Julho (AM 1.600 KHz/SP). Para falar com Marília Amaral utilize nosso formulário de contato.