PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 377 visitantes e Nenhum membro online

Um Favorzinho! Não faz Mal prá Ninguém?

Iniciaremos hoje o tema do último encontro da cartilha "Não será assim entre vós", editado pelo CEBI. Falaremos então do Evangelho segundo Marcos 10,35-45, onde o tema do encontro é "Um favorzinho! (não faz mal prá ninguém?)".


Ouçamos:

joao-evangelista-1"Tiago e João, filhos de Zebedeu, foram até ele e disseram-lhe: 'Mestre, queremos que nos faças o que te pedimos'. Ele perguntou: 'Que quereis que eu vos faça?' Disseram: 'Concede-nos, na tua glória, sentarmo-nos, um à tua direita, outro à tua esquerda'.

Jesus respondeu: 'Não sabeis o que pedis. Podeis beber o cálice que eu beberei e ser batizados com o batismo com que serei batizado? Eles disseram-lhe: 'Podemos'. Jesus replicou-lhes: 'Do cálice que eu beber, vós bebereis, e com o batismo com que eu for batizado, sereis batizados. Todavia, o assentar-se à minha direita ou à minha esquerda não cabe a mim concedê-lo, mas é para aqueles aos quais isso foi destinado'.

Ouvindo isso, os dez começaram a indignar-se contra Tiago e João. Chamando-os Jesus lhes disse: 'Sabeis que aqueles que vemos governar as nações as dominam, e os seus grandes as tiranizam. Entre vós não será assim: ao contrário, aquele que dentre vós quiser ser grande, seja o vosso servidor, e aquele que quiser ser o primeiro dentre vós, seja o servo de todos. Pois o Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos'."

Palavra do Senhor.

Vejamos, esta mesma leitura é encontrada no Evangelho segundo Mateus 20,20-28, porém nesta última quem se dirige a Jesus, fazendo este pedido é a mãe deles, de Tiago e João. Ainda no Evangelho segundo Mateus, no capítulo 27, quando narra a morte de Jesus, Mateus informa que entre as mulheres que olhavam de longe e que tinham acompanhado Jesus desde a Galileia, a servi-lo estava a mulher de Zebedeu.

Podemos fazer duas observações a partir dessa informação. Uma delas é de que talvez o fato de ser muito próxima de Jesus, servindo-o, fosse o motivo pelo qual a mulher de Zebedeu se achasse no direito de pedir a Jesus esse favorzinho. "Sentar à esquerda e à direita seria um sinal de poder como o que era conhecido pelos governadores e imperadores que nomeavam seus ministros e seus cargos de confiança".

A segunda observação é que mesmo Jesus tendo exposto que sua lógica não era a mesma do império, que seus discípulos deveriam ser servidores e não dominadores, a mulher de Zebedeu não deixou de segui-lo, tanto que estava presente na sua paixão.

Trazendo o evangelho para a nossa realidade da campanha eleitoral, uma pergunta que podemos fazer aos nossos candidatos é: "Quem?"

  • Quem banca sua campanha?
  • Quem vai governar com você?
  • Quem serão os secretários nomeados caso você seja eleito?
  • Quem será subprefeito?
  • Quem serão os chefes de gabinete?
  • Essas pessoas estarão com você, caso haja perseguição? Ou só lhes interessa o poder?
  • Você e essas pessoas estão a serviço da população?


 

 logo-cebi

 
 

FONTE: O artigo de Marília Amaral nos foi enviado diretamente pela autora, tendo sido primeiramente veiculado pela Rádio 9 de Julho no dia 31 de agosto de 2012. Sua reprodução é autorizada pela Rádio 9 de Julho.

 

NOTA: O livro citado pode ser encontrado no site do CEBI.

 

 

Marília Amaral

Marília Amaral
Marília Amaral é integrante da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo e também apresenta comentários sobre Fé e Política na Rádio 9 de Julho (AM 1.600 KHz/SP). Para falar com Marília Amaral utilize nosso formulário de contato.