PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 258 visitantes e Nenhum membro online

Escola de Fé e Política Waldemar Rossi

Orçamento e a participação cidadã

Em 02/05/2016 a Escola de Fé e Política Waldemar Rossi teve a terceira aula sobre orçamento com assessoria de Odilon Guedes. O enfoque desta aula foi a participação cidadã.

A mística partiu das palavras do Papa Francisco às autoridades brasileiras:

 

ENCONTRO COM A CLASSE DIRIGENTE DO BRASIL

DISCURSO DO SANTO PADRE

Teatro Municipal, Rio de Janeiro
Sábado, 27 de Julho de 2013

Agradeço a Deus pela possibilidade de me encontrar com tão respeitável representação dos responsáveis políticos e diplomáticos, culturais e religiosos, acadêmicos e empresariais deste Brasil imenso.

Nas senhoras e nos senhores, vejo a memória e a esperança: a memória do caminho e da consciência da sua Pátria e a esperança que esta Pátria, sempre aberta à luz que irradia do Evangelho, possa continuar a desenvolver-se no pleno respeito dos princípios éticos fundados na dignidade transcendente da pessoa.

Memória do passado e utopia na perspectiva do futuro se encontram no presente, que não é uma conjuntura sem história e sem promessa, mas um momento no tempo, um desafio a recolher sabedoria e sabê-la projetar. Todos aqueles que possuem um papel de responsabilidade, em uma Nação, são chamados a enfrentar o futuro "com os olhos calmos de quem sabe ver a verdade", como dizia o pensador brasileiro Alceu Amoroso 

Queria compartilhar com os senhores e senhoras três aspectos deste olhar calmo, sereno e sábio: 

1. Antes de mais nada, é justo valorizar a originalidade dinâmica que caracteriza a cultura brasileira, com a sua extraordinária capacidade para integrar elementos diversos. O sentir comum de um povo, as bases do seu pensamento e da sua criatividade, os princípios fundamentais da sua vida, os critérios de juízo sobre as prioridades, sobre as normas de ação, assentam, fundem-se e crescem numa visão integral da pessoa humana. Esta visão do homem e da vida, tal como a fez própria o povo brasileiro, recebeu também aseiva do Evangelho, a fé em Jesus Cristo, no amor de Deus e a fraternidade com o próximo. A riqueza desta seiva pode fecundar um processo cultural fiel à identidade brasileira e, ao mesmo tempo, um processo construtor de um futuro melhor para todos. 

2. O segundo elemento que queria tocar é a responsabilidade social (...) . É nossa responsabilidade, embora sempre limitada, esta compreensão global da realidade, observando, medindo, avaliando, para tomar decisões na hora presente, mas estendendo o olhar para o futuro, refletindo sobre as consequências de tais decisões. Quem atua responsavelmente, submete a própria ação aos direitos dos outros e ao juízo de Deus. Este sentido ético aparece, nos nossos dias, como um desafio histórico sem precedentes; devemos procurá-lo, devemos inseri-lo na própria sociedade. 

 

3. Para completar esta reflexão,  considero fundamental para enfrentar o presente: o diálogo construtivo. Entre a indiferença egoísta e o protesto violento, há uma opção sempre possível: o diálogo. O diálogo entre as gerações, o diálogo no povo, porque todos somos povo, a capacidade de dar e receber, permanecendo abertos à verdade. Um país cresce, quando dialogam de modo construtivo as suas diversas riquezas culturais: a cultura popular, a cultura universitária, a cultura juvenil, acultura artística e acultura tecnológica, a cultura econômica e a cultura da família, e a cultura da mídia. 

Que momento é esse que vivemos?

Natalia Castro refletiu sobre as palavras do Papa, onde o passado é memória, o futuro é utopia e o presente é muito importante.

 

Precisamos de

Informação e visão critica diante da realidade.

 

Odilon Guedes retomou as aulas anteriores.

Destacou: os cargos públicos sao pagos com nosso dinheiro, portanto não fazem favor.

 

150 milhões de pessoas dependem do SUS

 

Plano Diretor 

Conjunto de intenções que, para ser realizado, precisa de dinheiro.

 

Portanto, do orçamento
Dele parte o Plano Plurianual (PPA)
deste a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e
desta a Lei Orgânica Anual (LOA).

 

A tributação brasileira é muito injusta.

Transparência do orçamento
Determinada por lei, porém não exigida, nem respeitada.

 

Gestão fiscal = receita e despesa

Informar, em tempo real, de forma pormenorizada.

 

Exercer a cidadania dá trabalho, mas é possivel.
Extremamente necessário

Caminho de combate à corrupção

O pais é muito rico, porem o dinheiro é mal admnistrado.

Site da Prefeitura (PMSP)

Busca Secretarias
Busca Financas

Busca PPA

Busca Ano

 

Uma das reformas mais importantes é a democratização da informação.

 

Alem de conteúdo/conhecimento, precisamos ter coragem.

 

Conscientizar a juventude.

 

Clique aqui para acessar o material de apoio.

 

 {play}radio/MARCIA-LeisOrcamentarias2016.mp3{/play}