PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 34 visitantes e Nenhum membro online

Escola de Fé e Política Waldemar Rossi

Alegrias e Esperanças

A Escola de Fé e Política teve como tema da aula de ontem a Gaudium et Spes Alegrias e Esperanças, importante documento do Concilio Vaticano II e da Doutrina Social da Igreja. O assessor foi o Pe. Antonio Naves da Comissão Pastoral da Terra.

 

A mística inicial partiu das bem aventuranças e reflexão de D. Helder Câmara conforme abaixo:

 

E Jesus vendo a multidão subiu num monte, e sentando-se, aproximaram-se dele os discípulos.
E abrindo a sua boca, os ensinava, dizendo:
Bem-aventurados os pobres de espírito, porque deles é o Reino dos Céus.
Bem-aventurados os que choram, porque serão consolados.
Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra.
Bem-aventurados os que tem fome e sede de Justiça, porque serão fartos.
Bem-aventurados os misericordiosos, porque encontrarão a Misericórdia.
Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a face e Deus.
Bem-aventurados os pacificadores, porque serão chamados filhos de Deus.
Bem-aventurados os que sofrem perseguição por causa da Justiça, porque deles é o Reino dos Céus.
Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem, perseguirem e mentirem, dizendo todo mal contra vós por minha causa.
Exultai e alegrai-vos, porque é grande vosso galardão nos céus, porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós
.“  Mateus 5, 1-12

 

 

Dom Helder: um olhar sobre a cidade

531853_407548926002665_1378601545_nQuando um Leigo, uma Religiosa ou um Padre são amigos de verdade dos Pobres e fazem de tudo para ajudá-los – com alimentos, roupas, remédios, consertos de casa, pagamento de dívidas – como são entendidos e louvados… Se este mesmo Leigo, esta Religiosa, este Padre, sempre por amor aos Pobres, e sem deixar de acudi-los em suas necessidades começam a falar em direitos dos Pobres e em deveres dos Ricos, começam a falar em justiça, acabou-se a compreensão. Parece que eles foram mordidos por Pessoas perigosas e que estão assumindo uma linguagem perigosa, entrando de política a dentro e, se não são comunistas, estão fazendo o jogo deles… Nada disso! Eis como o problema se coloca. Caridade é Amor. Amor é Deus. O Amor e a Caridade são infinitos como Deus. Ninguém é capaz de abranger totalmente o Amor, a Caridade, como ninguém pode abranger totalmente a Deus. Quase que cada geração ou cada século descobre alguns ângulos de Caridade. Ora, o nosso tempo é marcado por injustiças terríveis. As Nações Unidas dizem certo quando afirmam que, em nossos dias, mais 2/3 da Humanidade se acham em condição abaixo da condição humana, sub-humana, de miséria e de fome. Em áreas como a nossa, a realidade aí está, tristíssima, confirmando plenamente o que as Nações Unidas proclamam. Sendo assim – e é assim – guardando sempre o cuidado de acudir o Irmão ou a Irmã que está em necessidade e precisando de nós, a Gente acaba descobrindo que uma das grandes Caridades do nosso tempo é ajudar a obter justiça, no amor. Que vai haver levante pela justiça, vai. Os Cristãos não queremos ódio em nosso coração. Sabemos que o ódio é o contrário do Amor. Deus é amor, o Ódio é o anti-Deus. Os Cristãos sabem que violência atrai violência e sabem, ainda mais, que é loucura apelar para as armas. Nossas armas são diferentes. Cremos em nosso irmão, não para pisar direitos dos outros, mas para não deixar que ninguém venha pisar os direitos do Povo, que não são presentes, nem de Governo, nem de Ricos. São presentes do Criador e Pai. Mas eis o que é curioso: aquelas mesmas Pessoas que eram louvadas e tidas como santas passam a ser julgadas como fazendo política, e sendo subversivas e comunistas. Como esquecer a 8ª Bem-aventurança, Cristo proclama felizes os que sofrem por amor da Justiça!…

(Dom Hélder Camara – 14 de agosto de 1981 – No programa “Um Olhar sobre a cidade”, da Rádio Olinda.)

 

 

O assessor iniciou a aula informando que o Concilio Vaticano II deu-se entre 1962 1965.

D. Helder colaborou e articulou o Concílio encontrando-se com lideranças de Bispos e Leigos.

 

 O o Concilio Vaticano I deu-se em 1868, com o então Papa Pio IX. Com a preocupação: A

Igreja corre riscos terriveis.

Conclusão (Do Concílio, porém não em sintonia com o Evangelho):

  • A Igreja unica é a catolica.
  • O Papa nao erra.

Tristes e pobres conclusões.

 

 

100 anos depois Concilio Vaticano II

Convocado pelo Papa João XXII

 

Um conjunto de documentos com importantes avanços evangélicos para a Igreja.

 

Tem 3 tipos de documentos:

  1. Constituicao - palavra oficial
  2. Decreto - questões práticas
  3. Declaracao - orientação mais simples

 

Constituição

 

Lumen Gentium

Igreja e Povo de Deus!? Hoje 50 anos depois Hierarquia = função sagrada.

 

Verbum Dei

Palavra de Deus

 

Gaudium et Spes

Alegrias esperanças

Nossa igreja serve a humanidade? Sofre com a dor do povo

 

Sacrosantum Concilium

Reforma da Liturgia

Quem aparece mais nas celebrações?

 

Decreto 

Unitatis redintegratio

Ecumenismo

 

Orientalium ecclesiarum  

 

Ritos e Sacramentos

 

Ad gentis

Obra missionária

 

Christus Dominus

Os bispos e a fé apostólica
Presbyterorum ordinis 
Perfectae caritatis 
OptatamTotius 
Formação sacerdotal
 
ApostolicamActuositatem 
Inter Mirifica 
 
Declaracao 

 

GravissimumEducationis 

 

DignitatisHumanae 

 

Nostra Aetate

 

 

 

 

 

 

De volta à Gaudium et Spes

D. Helder Camara - Bispo mais importante do CVII

Inteligencia = Trazer para dentro de si o conhecimento

 

Conhecer os sinais dos tempos A luz do Evangelho!

Sinais dos tempos?

2 bilhões e meio de pessoas não têm acesso à água no mundo. CF 2016

 

 

Trabalho escravo nas oficinas de costura, na Producao de oleo.

 

Tempo para familia

 

Aponta para as preocupações com a cidade.

Diálogo sobre a cidade e com a cidade.

Sabemos quem mora na nossa comunidade?

 

Desequilibrio do mundo moderno

Economico

Politico

Social

Cultural

 

Falta muito para ser uma Igreja que se preocupa com as necessidades do homem!

Iluminada pelo Espírito Santo para discernir os sinais dos tempos.

 

Vocação do homem relacionar-se com outros.

Precisamos nos desarmar!

Conviver com o diferente!

Característica da sociedade = indiferença

 

Problemas mais urgentes

Família  Nº 347ss
 
Cultura  Nº 371ss
 
Economia e social  Nº 412ss
 

Trabalho  Nº 424ss

 

Propriedade  Nº 433ss

 

 

 

Política  Nº 441ss

 

 

 

Política e a igreja  Nº 458ss

 

 

 

Paz  Nº 464ss

 

 

 

Guerra  Nº 472ss

 

 

 

 

Dignidade da pessoa humana

Denuncia o capitalismo

Como está a manifestacao do Sagrado no mundo do Capital!?

Que Deus estamos anunciando?

Modelo = Jesus Cristo!

 

Igreja tem que manifestar o testemunho da verdade do Evangelho.

Nao temos que tratar da comunidade católica, mas sim com o bairro, com a cidade!.

 

O que fazer para a comunidade humana, independente de ser da minha paroquia.

 

Bem comum

Tudo que é bem comum está em jogo

Agua

Petroleo

Meio ambiente

 

Midia desvia a atencao do povo explorando o mundo subcultural

 

Foco de debate deveria ser o bem comum e não as distrações que nós debatemos.

 

Função da igreja = estar presente no mundo.

Nasce do amor de Deus

 

Pastorais sociais

Nasceram desse documento

Migrante

Operaria

Juventude ...

 

Medelin 1968

América Latina

Missão de trabalhar com os pobres.

 

Estar aqui na Escola e ter esse conhecimento, tem que ter consequência na nossa vida.

Problemas mais urgentes

Estão sendo debatidos na nossa comunidade?

 

José Comblin falava da Corrupção permanente

Controle sobre o nosso povo!

 

Leia o Documento na íntegra

Gaudium et Spes

 

Concílio Vaticano II

 

Acesse as fotos no face: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.1043999482324214.1073741830.652572331466933&type=3

 

{play}radio/MARCIA-AlegriasEsperancas-2016.mp3{/play}