PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 117 visitantes e Nenhum membro online

Escola de Fé e Política Waldemar Rossi

Plano Diretor Estratégico (PDE)

A Escola de Fé e Política Waldemar Rossi dedica três aulas para a apresentação do PDE. A primeira aula foi em 21/03/2016 e o assessor foi Edilson Mineiro Advogado, membro do Instituto Casa da Cidade e dos Movimentos de luta das moradias da Leste

 

A mística partiu do texto a seguir:

 

Êxodo (18, 21 – 27)

Escolha no meio do povo homens capazes e que tenham temor de Deus, pessoas em quem se possa confiar e que rejeitam a corrupção. Coloque-os como chefes de mil, de cem, de cinquenta ou de dez. Serão sempre eles que deverão decidir as questões do povo. Os assuntos mais graves, eles trarão a você, enquanto as questões comuns eles próprios resolverão. Desse modo, vocês repartirão a tarefa, e você poderá realizar a sua parte. Se fizer assim, Deus lhe dará as instruções, você poderá dar conta da tarefa, e todo esse povo poderá sempre voltar para seu lugar em paz.

Moisés aceitou o conselho do sogro e fez o que ele havia dito. Escolheu em Israel homens capazes e os colocou como cabeças do povo: chefes de mil, de cem, de cinquenta ou de dez. Eles decidiam as questões para o povo a cada dia. Os assuntos mais difíceis, eles passavam para Moisés; e os mais comuns, eles próprios resolviam. Em seguida, Moisés despediu-se do sogro, que foi embora para sua terra.

Distribuicao do poder

Pessoas incorruptiveis como lideranças

 

PDE

Tema que mexe com o dia a dia da vida

Decisões compartilhadas

Conferências regionais da cidade

 

Até 1900 a cidade não passava de 500.000 habitantes

A cidade para de crescer e começa a expulsar as pessoas para a região metropolitana.

O processo de crescimento da cidade é muito desigual e só se acentua.

 

Sempre teve um ordenamento para o crescimento da cidade

Porem não era um planejamento para combate às desigualdades

Plano de avenidas 1930 Prestes Maia.

Década da decadência do café e surge indústria forte.

Regiões mais centrais ficaram para as elites.

Concentração de investimento.

O que valoriza a terra são os investimentos públicos no entorno.

A população vivia nos cortiços,  nas vilas.

Esse povo começa a ser expulso para as periferias.

 

Video 

"ENTRE RIOS" - a urbanização de São Paulo

 

Uso e ocupacao dos rios na cidade

Tietê passava por 20 km inicialmente e hoje por volta de 5km

Fruto da retificacao dos rios que visava beneficiar as elites e é motivo de grandes alagamentos na cidade.

 

Febre amarela

Conceito higienista

Nasceu Higienópolis  bairro da higiene em contraponto ao bairro central com sujeira.

1960

Mobilidade urbana, caminho do caos.

Deslocamento grande pela cidade.

Prioridade automóvel  - priorizando carros

Para os pobres BNH

 

1970

1o. Plano Diretor

Governo Medici

Mais duro da ditadura

 

A CF 88 virou essa página

Marco para conquista de direitos

SP

2002 adota um sistema de planejamento

Revisão 2014

Plano Metropolitano

São Paulo tem areas mais caras que Nova York

Prioridade Transporte coletivo em detrimento ao individual

Plano aumentou significativamente as ZEIS

PLANO Metropolitano articula aos Planos da Região Metropolitana

Quando o projeto chega na Camara Municipal, se tiver participação popular ele melhora, se não tiver ele piora.

 

Explicação das macroareas

Acesse o material da aula clicando aqui.