PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 93 visitantes e Nenhum membro online

Estamos Vivendo a Quarta Revolução Industrial?

O Brasil já há algum tempo passa por momentos de instabilidade social e política. O reflexo disso aparece em varias situações, mas mais especificamente nos mais de 13 milhões de desempregados. Porém, situações de crise são permanentes, no mundo, e se manifestam de formas diferentes.

E esta crise, com amplitude mundial, acontece com transformações na relação do poder econômico e político, atingindo com mais ou menos intensidade as diferentes partes do mundo. Foi assim na 1ª Revolução Industrial entre 1760 e 1830 com a mudança da produção manual pela mecanizada.

trabalhoA 2ª Revolução foi a da entrada da eletricidade no processo produtivo, favorecendo a produção em massa. A 3ª Revolução aconteceu já em meados do século 20, com utilização da eletrônica e das telecomunicações. Atualmente já estamos na 4ª Revolução que, de forma digital, trouxe a automatização, que está substituindo atividades humanas.

E ela avança com voracidade, quanto mais há o interesse do poder e riqueza, do homem, povos e nações. Nas três Revoluções anteriores havia a relação do humano com divindade, criação do mundo, etc. A 4ª Revolução já traz embutida muita tecnologia, muito avanço da ciência, onde seres mecanizados são controlados por outros mecanizados.

Claro que isto leva a um estado de disparidade de poder entre as nações, que continua sendo questionada pela Doutrina Social da Igreja. Isto porque as economias dos países crescem, gerando uma competição desigual, devido à sua maior capacitação tecnológica, riqueza, etc. Daí surgindo as crises mundiais.

Anualmente em várias partes do mundo centenas de economistas e líderes mundiais de países ricos se reúnem em Fórum Mundiais, onde se manifestam com muito entusiasmo com estes novos tipos de evolução tecnológica, plataformas e startups, que cada vez mais lhes trarão riquezas e domínio econômico em determinados espaços de produção e consumo.

E a tecnologia avançará inexoravelmente. Neste sentido em todo o mundo há cabeças pensantes produzindo tecnologias, já chamadas de Revolução 4.0, criando nanotecnologias, neurotecnologias, robôs, inteligência artificial, biotecnologias, sistemas de armazenamento de energias, drones e impressoras 3D, entre outras tecnologias.

Claro, que há décadas os governantes mundiais vêm recebendo informações destas evoluções, no sentido de preveni-los para articular/programar novos meios de atividades para as classes trabalhadoras. Alguns se precaveram, a maioria deu pouca importância para tais informações. Assim percebe-se o que isto está provocando hoje no mundo.

Mas, muito mais, ainda está por vir. O homem criou, está criando, superando limites, também aumentando seu poder, há um aumento de vida humana, devido a melhor qualidade de vida, e tudo caminha para um futuro tecnológico veloz, afina já estamos na Quarta Revolução Industrial, a chamada Revolução 4.0 É isso!!

Reinaldo Oliveira

Reinaldo Oliveira
Reinaldo de Oliveira é jornalista, membro da Pastoral Fé e Política de Jundiaí e colaborador da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo. Para falar com Reinaldo de Oliveira utilize nosso formulário de contato.