PASTORAL FÉ E POLÍTICA

Arquidiocese de São Paulo

ptarzh-CNenfrdehiitjarues

Temos 594 visitantes e Nenhum membro online

Reforma Política e Tributária

Na última sexta-feira, dia 25 de fevereiro, houve uma reunião organizada pelo Grupo de Articulação de Políticas Públicas, onde a Deputada Luiza Erundina foi convidada para assessorar o encontro. Alguns temas desse evento que se destacaram para mim foram:

- a lembrança do comprometimento da Presidente Dilma de acabar com a miséria;
- a NECESSIDADE da sociedade se organizar e de se articular para poder cobrar mais do Estado;
- a necessidade de uma reforma política COM PARTICIPAÇÃO POPULAR;
- o fato do Estado brasileiro ser o mesmo da ditadura;

Esses 4 itens se complementam, mas vamos analisá-los separadamente.

Quanto à promessa da Presidente, um estudo feito pela Oxfam mostra que "a renda dos 500 bilionários mais ricos do mundo supera a dos 416 milhões de pessoas mais afetadas pela pobreza do planeta". Na homilia da missa do dia 25 de janeiro, Dom Odilo falou sobre a necessidade de acabar com a pobreza, ao que o prefeito Gilberto Kassab apoiou em seu discurso, assegurando que São Paulo também tem o compromisso de acabar com a pobreza. Aqui entra o tema da articulação popular. Na cidade, já existem movimentos, organizações, pastorais e tantas outras formas de articulação da sociedade. Recentemente, temos visto atos contra o aumento das tarifas de ônibus em São Paulo, que hoje é a mais cara do Brasil.

Após a audiência pública realizada com o Secretário de Transportes, Marcelo Branco, foi marcada uma reunião entre o poder executivo e pessoas do movimento contra o aumento. A ausência de um representante da Prefeitura indignou alguns ativistas que se rebelaram. e foram violentamente reprimidos pela Polícia Militar. Ora prefeito, para acabar com a pobreza é necessário ouvir a voz dos pobres e não calá-la, não acertar o pobre com gás lacrimogêneo, bomba de estilhaço, gás pimenta e balas de borracha. Numa democracia, o poder soberano emana, vem do povo, como diz a Constituição. Foi o povo que elegeu o poder executivo e legislativo, logo, quando o povo quer falar, você tem que ouvir.

sal-da-terraCada cristão, cada cristã que está verdadeiramente comprometido com o Reino de Deus, que está comprometido em ser sal da terra e luz do mundo deve procurar se engajar em grupos devidamente articulados que clama pela reforma política. Não uma reforma simplesmente do Código eleitoral, mas uma reforma verdadeiramente política, que favoreça o financiamento público de campanha para evitar que nossos representantes fiquem atrelados a uma minoria da população burguesa que detém o Capital e esteja a serviço da maioria. Finalmente, é lamentável o nível insuficiente de politização da sociedade. Por isso a presença de parlamentares inescrupulosos, gananciosos no Poder. O mesmo Estado brasileiro que vende a aparência da Democracia financiou a ditadura.

Queridos irmãos, queridas irmãs, devemos iniciar a limpeza da nossa casa, da nossa cidade, do nosso estado, do nosso Brasil através do voto. Procurem se organizar nas paróquias e iniciar uma discussão sobre as eleições de 2012. Façam um levantamento sobre as necessidades da sua paróquia, do seu bairro, da sua região. Convidem candidatos a apresentarem propostas e compromissos para sanar tais necessidades. Quem tiver a oportunidade, assista o filme "Vida de Inseto". Quem já assistiu sabe que somente com a conscientização das formigas é que foi possível acabar com a opressão no formigueiro.

Para nós, também será possível vivermos nosso pedido diário do Pai Nosso: a vinda d"o Reino de Deus".


 

FONTE: O artigo de Marília Amaral nos foi enviado diretamente pela autora, tendo sido primeiramente veiculado pela Rádio 9 de Julho no dia 01 de março de 2011. Sua reprodução é autorizada pela Rádio 9 de Julho.

 

 

 

Marília Amaral

Marília Amaral
Marília Amaral é integrante da Pastoral Fé e Política da Arquidiocese de São Paulo e também apresenta comentários sobre Fé e Política na Rádio 9 de Julho (AM 1.600 KHz/SP). Para falar com Marília Amaral utilize nosso formulário de contato.